quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Silêncio Demais



(614)
Alta madrugada! Silêncio profundo
não se ouve nada, não é assim?
Só o som do vento soprando tudo;
a noite chegou e o dia? Fim!

Mais um dia que se vai com o tempo
e uma noite que chega de mansinho;
toda gente dorme, certamente.
só os mortos saem pelo caminho.

Nossas almas também vão passear
pelas ruas, cidades, lugarejos
e com eles também vão conversar;

e nossos corpos pesados, dormindo
fica aguardando a nossa alma
voltar do passeio, do sonho findo.
Alina Castelo Branco 
(07/10/1976)



Nenhum comentário:

Postar um comentário