quinta-feira, 14 de maio de 2015

Mãe


(1010)
Mãe!
Você foi tão cedo!
O que o mundo fez
contra você?
Você era frágil
tão sofrida, já
quando se casou
e a vida em si,
(que já a conheço),
dura, como pedra,
dói bem  na cabeça
e na alma.
Mãe!
Nem é bom falar
falo como a alma irmã.
Hoje, sei bem disso;
hoje já sou mãe
posso até pensar,
o que se passou,
sua cruz pesou,
pesou até demais;
você sucumbiu
preferiu a paz.
Alina Castelo Branco 

(10/05/1979)

Nenhum comentário:

Postar um comentário