quinta-feira, 14 de maio de 2015

Tempestades


(1025)
Nuvens pesadas
já estão passando;
já sinto isso
dentro de mim
e ao meu redor.
Nuvens escuras
que trouxeram outrora
longas tempestades
deixaram marcas
grandes buracos
muita derrubada;
balançou gente
por todos os lados;
sacudiu mentes
e muitos corações;
virou consciência
que hoje já pedem
perdão e clemência;
mas a chuva fina
continua a cair
continua encharcando
molhando tudo
até que perdure
o ódio ruim
no coração dos meus
que por serem duros
provocam tempestades
provocam ira
e o rancor de Deus.
- E Deus castiga?
- Castiga, sim.
Os encrues os impuros
desde os séculos e de
muito tempo atrás
até os dias nossos de hoje
e enquanto os homens,
como os filhos meus
não respeitarem
as leis divinas
a bancarem os tais
perante aquilo
que nem conhecem
e que não sabem
o que está pra vir;
enquanto os homens
continuarem errando
enganando a todos
espalhando ódio
raiva e rancores
haverá no mundo
muito sofrimento
lágrimas, desenganos
tristezas e dores.
Alina Castelo Branco 
(15/07/1979)

Nenhum comentário:

Postar um comentário