domingo, 22 de fevereiro de 2015

Se não houvesse a certeza


(116)
Se não houvesse a certeza
de uma vida além,
de outra forma talvez
com menos sofrimentos
e menos atribulações.

Se não houvesse a certeza
de um Deus superior
que domina os céus,
o mar, a terra
e toda a natureza.

Se não houvesse a certeza
do perdão das nossas faltas
com humildade pedida,
e com arrependimento
dentro da nossa alma.

Se não houvesse a certeza
de uma vida nova lá, longe,
bem longe, do burburinho
dessa civilização,
não valeria a pena
viver, só por viver
num mundo sóbrio e triste
onde há pouca alegria
e muito, muito sofrer.
Alina Castelo Branco
(23/01/1980)

Nenhum comentário:

Postar um comentário