terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Cristo


(280)
Olho o Cristo
do Corcovado,
com as nuvens
tão envolvido
e escondido;
mas de repente
as nuvens passam
vão descobrindo
o Cristo todo
e vai ficando
iluminado;
vão se afastando
as nuvens medonhas
e vai aparecendo
a claridade;
Ver o Cristo
todo coberto
e apagado
não é bom;
gosto de vê-lo
resplandecente,
iluminado!...
Alina Castelo Branco 
(26/12/1976)

Nenhum comentário:

Postar um comentário