quarta-feira, 24 de setembro de 2014

O Retrato


(271)
Vale a pena nessa vida
tirar retrato na mocidade
para deixar, de lembrança
pra posteridade?
Vale a pena
marcar a vida
a sua passagem
com fotografia?
Vale a pena
retrato deixar
para que bisnetos
venham anos amar?
Vale a pena
pela fotografia
lerem nosso passado
nosso dia a dia?
Vale a pena
ser muito lembrada
sempre que o retrato
for sempre tocado?
Vale a pena deixar
seu retrato no mundo
ou melhor seria
adormecer no profundo?
Vale a pena morrer
e seu rosto não deixar
pra que as novas gerações
nada tenham a recordar.

Como  seria bom
se eu tivesse conhecido
todos os meus ancestrais
nem que fosse
por retrato
era bom até demais;
e guardasse com carinho
seus semblantes
suas vidas
suas lutas
e desditas;
suas glórias
suas honras
seus momentos
de vitórias
e também
de alegrias
e pudesse
recordá-los
mesmo sem conhecê-los
através do tempo
e da fotografia
revivendo cada um
no seu longo
dia a dia!
Alina Castelo Branco
(17/12/1976)



Nenhum comentário:

Postar um comentário